EFICÁCIA DA TERAPIA GÊNICA NO TRATAMENTO DE DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS POR MEIO DE MODELOS EXPERIMENTAIS

  • Mayra Gyovana Leite BELÉM
  • Kátia Paula Felipin

Resumo

As doenças neurodegenerativas correspondem a um conjunto de disfunções no sistema nervoso central onde a principal característica é a extensa depleção neuronal, geralmente com início nas regiões focais do SNC, migrando para outras regiões ao longo da evolução da doença. Uma das opções de tratamento para doenças neurodegenerativas é a terapia gênica, que oferece grandes benefícios com o uso de plataformas virais para reparar diversas doenças. O presente estudo tem como objetivo realizar uma revisão bibliográfica sobre o uso da terapia gênica como alternativa de tratamento de doenças neurodegenerativas, evidenciando dados de testes em modelos experimentais e em ensaios pré-clínicos. Os dados foram selecionados a partir de consultas dos artigos científicos presente nas bases de dados: Scientific Eletronic Library Online, NBCI (Pubmed) e Google Acadêmico. Foram encontrados 14 artigos no período compreendido entre 2007 e 2019. Constatou-se um grande avanço de experimentos relacionados à terapia gênica no tratamento de doenças neurodegenerativas. Portanto, o uso da terapia gênica para tratar doenças neurodegenerativas é uma ferramenta promissora e de grande relevância visto que sua utilização nos testes realizados in vivo e ex vivo demonstraram resultados positivos, contribuindo, dessa forma, no tratamento do processo de neurodegeneração. Contudo, é necessário que haja mais estudos que permitam certificar a seguridade da terapia gênica em humanos.

Publicado
2021-10-07
Seção
Artigos de Revisão