QUILOMBO DE JESUS. VALE DO RIO SÃO MIGUEL/RONDÔNIA. ASPECTOS DA OCUPAÇÃO TERRITORIAL

  • Marco Antônio Domingues Teixeira

Resumo

A comunidade de Jesus constitui-se em uma comunidade de remanescentes de quilombo localizada no Vale do rio São Miguel, afluente do Guaporé, no município de São Miguel do Guaporé. Localizada entre as terras da REBIO Guaporé e um projeto de colonização do INCRA marcado por uma reordenação fundiária em que grandes proprietários rurais instalaram-se na região, alterando significativamente a estrutura fundiária local e redefinindo as relações socioambientais da comunidade de negros de Jesus, tanto com os vizinhos que se instalaram as terras antes ocupadas pelos remanescentes de quilombo de Jesus quanto com o espaço natural, uma vez que a presença da REBIO Guaporé alterou o padrão das relações do homem com o meio natural na região. Este trabalho aborda as relações de conflito e tensão entre os remanescentes de quilombo de Jesus e as novas forças sociais que se impuseram na região a partir da instalação do projeto de colonização e assentamento do INCRA, denominado Projeto Primavera. A definição da territorialidade da comunidade e a construção de uma identidade social coletiva como remanescentes de quilombo e o eixo condutor de todo o processo de regularização fundiária que tem sido realizado pelo INCRA/RO.

Publicado
2021-05-04
Seção
Artigos Originais