UM ESTUDO DE CASO EM UMA DISTRIBUIDORA DE BENS DE CONSUMO

A EFICIÊNCIA DO CANAL DE DISTRIBUIÇÃO NA PERSPECTIVA DA QUALIDADE

  • Alessandro Pantoja da Silva DOURADO UNISL
  • Ana Paula Pereira ABREU
  • Bruna Monteiro dos SANTOS
  • Francisco Rodrigues de SOUZA
  • Henrique da Costa LEBRE
  • Luciana Freire do Vale ROCA
  • Mirela Leite de VASCONCELOS
  • Rafael da Silva LOPES
  • Raine Cavalcante COSTA
  • Thamires Santos SANTIAGO

Resumo

O fabricante é quem tem propriedade sobre o canal de distribuição, desta feita cabe ao produtor à escolha do melhor canal. Tal desígnio deve ponderar alguns fatores de suma importância como o tipo de produto, o modal a ser utilizado, os elos que devem participar do canal e sobre tudo o perfil do cliente que se pretende alcançar. Deste modo esta seleção provém de um planejamento estratégico criado com a finalidade de fazer com que os objetivos institucionais sejam alcançados e de manter-se neste mercado tão competitivo. É sob esta perspectiva de conquista dos objetivos da organização, fidelização do cliente e satisfação que entrelaçamos duas temáticas importantíssima sendo elas: Canal de Distribuição e Gestão da Qualidade. Tem-se como objeto central do estudo uma Distribuidora de Bens de Consumo, a fim de mensura a importância da qualidade como fator de pontencialização da eficiência do Canal. Igualmente, a inexistência da qualidade nos elos do canal e a inobservância as estratégias que foram formatadas por aquele que tem domínio do canal, poderá ao invés de agregar valor ao produto ao longo da cadeia depreciá-lo. Esta analise desencadeia-se através de coletas de dados in loco e confrontamento com a literatura existente trazendo com sigo uma nova forma de pensar a cerca da escolha do canal de distribuição.

Publicado
2020-09-23
Seção
ARTIGOS ORIGINAIS